O Pavilhão Atlântico esteve longe de esgotar no concerto de despedida dos DZRT, este domingo, mas os maiores fãs estavam lá e houve muitas lágrimas no momento de dizer adeus.

 

O espectáculo abriu com mensagens dos fãs, captadas à entrada do Pavilhão Atlântico, a desejaram felicidades aos quatro DZRT e a agradecerem-lhes por estes três anos de música. Depois foi a vez de Angélico, Edmundo, Vintém e Cifrão explicarem o «porquê do fim».

Vê aqui o vídeo do concerto de despedida!

 

A histeria foi total quando os quatro elementos do grupo entraram em palco para darem início ao concerto de despedida com «Caminho a Seguir», do primeiro álbum da banda.

Durante as três horas o público acompanhou os DZRT em todas as músicas, numas mais do que outras. Em «Todo o Tempo» tomaram as vezes dos coros.

À terceira música entrou o primeiro convidado, neste caso dois. «Para Mim Tanto me Faz» foi acompanhado à guitarra por Zé Pedro, dos Xutos e Pontapés, e contou com uma quinta voz, a de Paulo Gonzo.

Vintém já tinha prometido que o concerto de despedida teria temas inéditos. «Filosofia Rara» foi o presente escolhido para ser desembrulhado no Pavilhão Atlântico. Um «reggae», como definiram os próprios.

Os DZRT em imagens!

 

Dos tempos de «Morangos com Açucar» chegou Rita Viegas, que cantou com os amigos «I don't wanna talk about it», uma versão de Rod Stewart que os DZRT incluiram no primeiro álbum.

Pelo meio houve tempo para um momento de dança, da responsabilidade de Bruno, Quico, Fausto e Nélson, quatro dançarinos de hip-hop e break-dance.

De repente, A, Edmundo, Vintém e Cifrão surgem num pequeno palco no meio do público. Tinha chegado o momento acústico da noite. Com eles estiveram quatro fãs sortudas, vencedoras do concurso de uma rádio.

Depois vieram as Tucanas, que juntaram a percussão a «Essência da Minha Vida».

Toda a história dos DZRT!

 

E como o fim dos DZRT marca o início de quatro carreiras a solo, os quatro rapazes tiveram direito a cantar um tema cada um.

Cifrão escolheu Rita Guerra, para com ele interpretar «Boa Sorte/Good Luck», tema cantado originalmente por Vanessa da Mata e Ben Harper.

Já Vintém contou com Pedro Khima para dar voz a «Apologize», música de Timbaland com One Republic.

Edmundo optou pelo tema «Patience» dos Take That, e escolheu Zé Manel, dos Fingertips, para com ele partilhar o palco do Atlântico.

Como seria de esperar, a escolha de Angélico foi para um tema bastante mais mexido e dançável do que os dos colegas. Para cantar e dançar «Break it Off», de Sean Paul e Rihanna, o «David» dos «Morangos» teve a ajuda das Just Girls, a mais recente banda a sair da série juvenil da TVI.

Para o encore ficaram os Corvos que, com os DZRT, interpretaram «Revolução». Houve ainda tempo para repetir «Para Mim Tanto me Faz», talvez o maior de todos os sucessos do grupo.

 

E porque tudo tem um fim, e este já estava anunciado, chegou a hora da despedida. As lágrimas das fãs foram muitas e os DZRT também não conseguiram esconder a emoção de dizer adeus. Era «Gente Feliz com Lágrimas».

 

 

publicado por Suagar_Moranguita às 12:39 | link do post
tags:

Tudo começou em 2004 com um casting para uma série juvenil de televisão, «Morangos com Açucar». Angélico Vieira, Vitor Fonseca (Cifrão), Edmundo e Paulo Vintém foram escolhidos para dar vida a «David», «Zé Milho», «Ruca» e «Topê», quatro colegas de liceu que acabariam por formar os DZRT, uma banda que passou da ficção para a vida real.

Entre Outubro e Dezembro desse ano, nos intervalos das filmagens da série, gravaram o primeiro álbum, «DZRT», que vendeu mais de 120 mil cópias, o equivalente a seis discos de platina, e esteve 33 semanas no top de vendas, 22 das quais em primeiro lugar.

O primeiro espectáculo

Em Abril de 2005 dão o primeiro concerto, em Pombal. No final desse ano somavam mais de 130 actuações ao vivo. Ainda em 2005 lançam o CD dos concertos no Coliseu, trabalho que lhes valeu mais 4 platinas, por vendas superiores a 80 mil unidades.

Antes do Natal conquistam o Pavilhão Atlântico e na passagem para 2006 actuam no Terreiro do Paço para cerca de 80 mil pessoas.

Já em 2006 lançam uma biografia, «DZRT - Presente, Passado e Futuro», abrem o palco principal do Rock in Rio e lançam «Original».

O dia de lançamento do álbum ficou para a história como o «Dia D». A 06/06/06 15 mil pessoas assistiram à apresentação do novo trabalho do grupo na Praia de Santo Amaro de Oeiras. «Original» conquistou o primeiro lugar do top de vendas logo na semana de lançamento. As vendas valeram ao grupo mais quatro platinas.

No mesmo ano, que termina com um concerto no Campo Pequeno, lançam ainda o DVD «The Story So Far».

Depois de três anos de sucessos decidem separar-se.

O melhor e o pior destes três anos

Na carreira de uma banda, por mais curta que seja, há sempre momentos bons e outros maus. Os DZRT não são excepção.


Paulo Vintém

 

«Não houve nenhum pior momento. Mas talvez as alturas em que andávamos mais cansados tenham sido as menos boas».

«O melhor...além dos 'nossos' momentos juntos, todos os principais concertos, nos grandes palcos: Pavilhão Atlântico, Coliseu dos Recreios, Rock in Rio e Campo Pequeno».


Edmundo

 

«Não sei nomear nenhum momento bom nem nenhum momento mau. Houve vários momentos bons, que me marcaram. E houve outras coisas menos boas, por exemplo as viagens na carrinha depois de oito horas de gravação a caminho de mais um concerto, sem jantar».


Angélico

«No início da carreira custou-nos habituarmo-nos à vida na estrada. Fazia-me muita confusão Nos final dos concertos, já cansados, estávamos cerca de uma hora, uma hora e meia a dar autógrafos. Na altura de irmos embora havia pessoas que nos insultavam porque tinham ficado sem autógrafo e reagiam mal, com raiva e insultos. Isso fazia-me muita confusão, porque nós estávamos ali a dar o nosso melhor. Isso fazia-me muita confusão, mas com o tempo consegui abstrair-me. Talvez esses tenham sido os maus momentos».

«Momentos bons houve muitos. Mas o concerto na Praça do Comércio na passagem de ano 2005/2006 teve um sabor especial. Como faço anos dia 31 de Dezembro a multidão que lá estava, cerca de 80 mil pessoas, cantou-me os parabéns. Foi uma sensação que não consigo explicar».


Cifrão

«O convite para abrirmos o Rock in Rio é o momento de que mais me orgulho na nossa carreira. Estivemos a tocar no mesmo palco que estrelas mundiais de renome».

 

 

 

«Os momentos maus, ou menos bons, acabam por não o ser, já que aprendemos sempre alguma coisa com eles. Aliás, aprendemos muito com tudo o que nos aconteceu».

publicado por Suagar_Moranguita às 15:48 | link do post
tags:

A carreira dos DZRT chegou ao fim e o parágrafo final da história do «grupo fenómeno» vai ser escrito domingo à noite com um concerto no Pavilhão Atlântico, em Lisboa.

 

«Decidimos que iriamos fazer isto enquando fizesse sentido, mas os DZRT começaram a ser um impedimento para fazermos outras coisas», explicou Vítor Fonseca, mais conhecido por Cifrão, numa conferência de imprensa realizada em Lisboa na sexta-feira à tarde.

 

Durante a conversa com os jornalistas os quatros membros da banda -Vintém, Edmundo, Cifrão e Angélico - fizeram questão de deixar claro que as coisas acabaram a bem e continuam a ser grandes amigos, que apenas decidiram que chegou a altura de seguirem caminhos diferentes.

 

Carreiras a solo

Cifrão, mais ligado à dança, tal como Vintém, revelou que tem já vários projectos na manga em várias áreas mas que para já são segredo. No entanto, contou que este ano irá participar em duas peças de teatro.

Também a carreira de Vintém irá passar pela representação, embora tenha garantido que não se quer afastar da música. O «Topê» dos «Morangos com Açucar» está neste momento a gravar uma telenovela da SIC, «Resistirei», e vai integrar o elenco do musical «High School Musical». Mas, a par disso, Vintém contou que quer gravar as músicas que tem estado a compor.

Angélico também quer continuar a explorar o mundo da música e o da representação. Para já não tem data de regresso definitiva do Brasil, onde está a gravar a novela «Dance Dance Dance» em que interpreta o papel de protagonista. Pelo caminho vai fazendo «brincadeiras» como MC.

 

Edmundo por seu lado, que depois dos «Morangos» não voltou a aventurar-se na representação», disse que irá dedicar-se mais à escola e à produtora de que que é dono.

 

Festa de encerramento

Para preparar o concerto de domingo, os quatro voltaram a juntar-se para «reverem a matéria dada». «A reunião tem sido brutal», contou animado Angélico. «Estamos a reviver muitas memórias», disse por seu lado Edmundo.

Ao baú foram buscar músicas que nunca foram editadas. No domingo, além dos temas mais conhecidos, os fãs podem contar também com inéditos.

«Já estávamos a gravar o terceiro álbum, que ficou por concluiir, e tinhamos já duas ou três músicas compostas que iremos apresentar no domingo», revelou Vintém.

 

Os DZRT definem o concerto de domingo como «uma festa de encerramento do projecto», e como em qualquer festa que se preze há convidados, esta não poderia ser excepção.

Assim sendo, os DZRT vão dizer adeus aos fãs com a ajuda de Zé Pedro (Xutos e Pontapés), de Pedro Khima, das Just Girls, de Zé Manel (Fingertips),de Paulo Gonzo, de Rita Guerra, das Tucanas e dos Corvos.

A festa ficará registada e será editada em DVD, para mais tarde recordar.

publicado por Suagar_Moranguita às 15:41 | link do post
tags:

Os D'ZRT vão despedir-se dos palcos com um concerto no próximo dia 3 de Fevereiro, pelas 21h00, no Pavilhão Atlântico.

A boy band saída da série televisiva "Morangos Com Açúcar" põe assim um ponto final à sua carreira, depois de 260 mil discos vendidos, 50 semanas de permanência no top nacional, 13 discos de platina e mais de 200 concertos.

Segundo a editora Farol Música, Paulo Vintém, Angélico Vieira, Edmundo Vieira e Vítor Fonseca pretendem prosseguir com os seus projectos individuais na área da música, representação, moda e dança.

publicado por Suagar_Moranguita às 07:14 | link do post
tags:
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
Novembro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
comentários recentes
O Rodrigo Menezes é lindo de morrer! É um 'deus gr...
Queres ser modelo, inscreve-te!! (braga, porto, vi...
Queres ser modelo, inscreve-te!! (braga, porto, vi...
Queres ser modelo, inscreve-te!! (braga, porto, vi...
a Mariah carey devia estar em primeiro ela merece ...
meu Deus mais que coisa o Michael Nãooooo era pedo...
' Se avril fosse na dela Não criticava os outro...
oh my god like lady gaga is one of one hundred sin...
Tinha que ser Fã da Alejandra.. para escever "orro...
concordo com a christina,mariah mas axo q a witney...
Posts mais comentados
subscrever feeds
SAPO Blogs